LEGADO ROBERT CHESTER SMITH

ACERCA

obert Chester Smith (1915-1972), historiador norte-americano, foi um dos pioneiros no estudo da Arte de Portugal e do Brasil, realçando as suas especificidades, mas também as suas óbvias relações, integrando-as na História da Arte Internacional. Os seus interesses viajaram por várias áreas, desde a azulejaria ao mobiliário, da arquitetura à escultura em madeira. Desenvolveu os seus estudos de forma mais aprofundada sobe a talha portuguesa dos séculos XVII e XVIII, em Portugal como no Brasil.

Colaborou com a Fundação Calouste Gulbenkian ao longo de vários anos no estudo de diversos aspetos da Arte Portuguesa e Brasileira, no contexto dos quais registava ou mandava registar fotograficamente os objetos que estudava. Desse labor resultou uma vasta coleção fotográfica, composta por 14.799 fotos p&b, que Chester Smith entendeu doar à Fundação Calouste Gulbenkian após a sua morte. Desta coleção, produzida entre os anos 30 e 70 do século XX, foram publicadas as que correspondem às temáticas da azulejaria e cerâmica.