AZULEJARIA E CERÂMICA PORTUGUESAS ONLINE

SOBRE A BIBLIOTECA DIGITAL

A azulejaria, enquanto expressão maior de uma certa tradição e sensibilidade artísticas portuguesas, deixou e continuará a deixar múltiplos traços na sociedade portuguesa ao longo do tempo.

De entre essa multiplicidade possível de traços, a Biblioteca DigiTile apresenta as coleções especiais sobre esta temática que fazem parte dos fundos da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, bem como estudos contemporâneos sobre essas coleções e, em geral, sobre as temáticas da Azulejaria e da Cerâmica Portuguesas.

A Biblioteca Digital pretende ser um repositório de referência no campo da Azulejaria e Cerâmica Portuguesas, publicando fontes e estudos sobre estas temáticas. Inicialmente, é o resultado do projeto DigiTile, que visava a publicação de fontes para o estudo da azulejaria pertencentes aos fundos da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, nomeadamente a Coleção Santos Simões, e de estudos sobre recentes com base nessas fontes. Constitui uma iniciativa do ARTIS - Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras de Lisboa, ao qual se associaram, entre outros, a Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian.

«O azulejo é uma das expressões mais fortes da cultura em Portugal»

PAULO R. HENRIQUES

NÚCLEOS DE ARTE E HISTÓRIA DA AZULEJARIA

GALERIA DE COLEÇÕES

Inventário de Azulejaria de Autores
Azulejaria de Aveiro
Catalogue des Céramiques Françaises
O legado de Robert Chester Smith
Figuras de Convite
Estudos de Azulejaria
Azulejaria de Lisboa
Estúdio Mário Novais
Azulejaria do distrito de Portalegre
Registo de Santos em Azulejo
Coleção Santos Simões
Cerâmica de Viano do Castelo